• Dra Flavia Figueredo

VOCÊ PODE ESTAR SOFRENDO FADIGA ADRENAL SEM SABER!




Seu corpo tem duas glândulas suprarrenais, localizadas logo acima de cada um de seus rins, menores do que uma uva, responsáveis pela secreção de mais de 50 hormônios, muitos dos quais são essenciais para a vida e responsáveis por uma das funções mais importantes no seu corpo: o controle do estresse.

    ‌ ‍ ‎

Excesso de trabalho, toxinas ambientais, sono insuficiente, preocupação, problemas de relacionamento e outros sobrecarregam e fadigam as glândulas suprarrenais.

    ‌ ‍ ‎

Quando suas glândulas suprarrenais estão fatigadas, uma condição conhecida como fadiga adrenal, todo o seu corpo sente e sofre de exaustão extrema também causando uma sensação de cansaço extremo.


Juntos os hormônios da adrenal controlam funções corporais como:


  • Controle dos níveis de açúcar no sangue e a regulação da inflamação

  • Regulação do equilíbrio de sal e água no corpo

  • Controle de sua resposta de "luta ou fuga" ao estresse

  • Início e controle da maturação sexual durante a infância e puberdade

  • Produção de hormônios sexuais, como estrogênio e testosterona


Sinais e sintomas clássicos da fadiga adrenal:


  • Fadiga e fraqueza, especialmente de manhã e à tarde

  • Baixa imunidade

  • Aumento das alergias

  • Perda muscular e óssea e fraqueza muscular

  • Depressão

  • Desejo por alimentos ricos em sal, açúcar ou gordura

  • Desequilíbrio hormonal

  • Problemas de pele

  • Doenças autoimunes

  • Sintomas aumentados de TPM ou menopausa

  • Baixa libido

  • Tonturas ao se levantar quando se estava antes sentado ou deitado

  • Problemas ao acordar de manhã, apesar de uma noite de sono completa

  • Pouca memória


Agora anote essas dicas para diminuir a fadiga adrenal.


  • Oração/meditação podem ser muito úteis aqui.

  • Ouça o seu corpo e descanse quando se sentir cansada (isto inclui durante o dia, tirando sonecas curtas ou apenas se deitando)

  • Dormir (até as 9 da manhã se você sentir vontade)

  • Se exercite regularmente usando um programa abrangente de treinamentos

  • Evite estimulantes como café e refrigerante, pois estes podem esgotar ainda mais as suas glândulas suprarrenais

  • Controle os níveis de açúcar no sangue.


Como você pôde perceber, tratar da fadiga adrenal exige uma abordagem que atinja todo o corpo, que aborde o excesso de estresse e um estilo de vida e hábitos insalubres que foi o que desgastou as suprarrenais em primeiro lugar.


Sendo a saúde adrenal um fator tão importante para a sua saúde e qualidade de vida, é importante que você se acompanhe com um médico funcional para descobrir se você tem fadiga adrenal e tratar-se.


Compartilhe nas redes sociais com seus amigos essas valiosas dicas! Até a próxima.


Atenciosamente, Dra. Flávia Figueredo, a sua mentora de saúde e longevidade.

72 visualizações

(69) 3422-0775

©2019 by Dra Flavia Figueredo